novembro 23, 2005






















CARIDADE ...

Dá-se mais facilmente uma esmola a um miserável que um salário justo aos trabalhadores.

(Lajos Kassak)

(Óleo: William Roberts in The Poor Family - 1923)

23 Comments:

Blogger Maria said...

Eu dou mais rápido um salario justo a quem trabalha, do que uma esmola.
Mas infelizmente é verdade, quem pede e não trabalha, tira mais do que um trabalhador.
beijos grandes

23 novembro, 2005 12:04  
Blogger BastonadasNacionais said...

Pois... por isso cada vez mais gente desiste e não faz puto! Ficam os restantes a pagar por eles!!!

Bom dia Inha!!!

23 novembro, 2005 12:21  
Blogger Inha said...

Bom dia, meninos!:)

A mendicidade hoje em dia é um negócio. Mas o que me preocupa deveras é a fome escondida dentro das casas. Aquilo que a televisão não mostra, porque as pessoas são humildes e têm vergonha. Fecham-se em casa com a fome.
E como não está à vista, é fácil de ignorar. Que salário justo? É muito mais giro praticar a caridade na Cruz Vermelha, no Rotary ou no Lions Club, do que pagar um salário decente ou dar uma reforma devida a quem toda a vida trabalhou!
Alguém já se perguntou quantas crianças vão para a escola sem comer? Que o único leite que bebem é o distribuído na recreio (em algumas escolas, muito poucas)?
Os nossos políticos deviam ter vergonha na cara quando vêm pedir sacrifícios!!!
Há maior sacrifício e desespero do que a fome escondida, pergunto?

23 novembro, 2005 12:39  
Blogger robina said...

Quando o meu patrão cá chegar vou atirar-lhe com esta às trombas :-)))

23 novembro, 2005 14:35  
Blogger frog said...

e o gajo dá-te uma esmola

23 novembro, 2005 14:49  
Anonymous Paulo McChina said...

pois
deve ser por esa e por outras que eu não sou aumentado á 2 anos e meio

23 novembro, 2005 15:59  
Blogger mfc said...

A caridade é dar o que não nos faz falta, desde que alguém esteja a ver!!!

23 novembro, 2005 16:27  
Blogger Inha said...

Sábias palavras, MFC!


Eu nem digo aqui há quantos anos não sou aumentada, porque tenho vergonha! Mas garanto-vos que os meus patrões se dedicam forte e feio à caridade!;)

23 novembro, 2005 16:33  
Blogger robina said...

Então e eu, Inha? Se soubesses até te atiravas para o chão a...chorar :-))))

23 novembro, 2005 16:53  
Blogger Mak, o Mau said...

A lógica actual é dar um salário miserável ao trabalhador que mais parece uma esmola.

As esmolas propriamente ditas, ficam bem quando divulgadas na imprensa, tv ou deduzidas nos impostos...

23 novembro, 2005 17:00  
Blogger Inha said...

Ó mulher, eu já estou por tudo, acredita!;)

Mas que dá vontade de lhes lavar as fuças com uma esfregona cheia de livívia até lhes dissolver a máscara, dá!...
E olha que nem falo por mim... falo pelo que sei!

23 novembro, 2005 17:00  
Anonymous dirty harry said...

morte aos patrões e a quem os apoiar

23 novembro, 2005 17:03  
Blogger Inha said...

Não tenhas dúvidas Mak...
E coma aproximação do Natal é um borguedo pegado de alminhas caridosas!...
Quero saber é quantos dos funcionários deles vão receber salário, ou o 13º ( mas pelo menos o salário!)
É preciso que alguém diga a esses misseiros da merda que não pagar o salário a quem trabalha é pecado!!!

Bem Vindo!;)

23 novembro, 2005 17:05  
Blogger Inha said...

Dirty Harry, não estou de acordo. Tem de haver patrões e empregados. O que não pode haver é este estado de coisas, esta sem-vergonhice latente e a esperteza saloia com que estamos habitados a lidar.

É realmente lamentável que o "patrão" e "político" sejam sinónimos de chulos e ladrões, quando de facto deviam ser os principais contribuintes para uma sociedade de direito.

Bem vinda!;)

23 novembro, 2005 17:11  
Anonymous dirty harry said...

referia-me a patrões e não a empresários empreendedores, salvo a redundância

23 novembro, 2005 17:15  
Blogger Inha said...

Pois, acredito que seja difícil escolher as palavras!...;)Cada vez mais!;)

23 novembro, 2005 17:26  
Blogger Maria said...

Inha, nem todos os patrões são iguais, falo por mim, que os ordenados, as achudas de custos e os prémios anuais, dos empregados, estão em primeiro lugar...
Mas como é claro para o prémio anual, á que trabalhar.
jokas

23 novembro, 2005 17:55  
Blogger peciscas said...

É bem verdade.
E a obra de arte que aí está é perfeitamente adequada à frase.

23 novembro, 2005 18:23  
Blogger Mendes Ferreira said...

nos dias de hoje dá-se mais a quem não precisa....é a lei da hipotética retribuição....e pensava que me tinhas retirado dos teus afectos...:).abracinho.de verdade.

23 novembro, 2005 18:28  
Blogger cm said...

há quem precise da esmola e todo o trabalho deveria ser remunerado degnamente...infelizmente há trabalho por esmola e esmola por "trabalho"...abraço

24 novembro, 2005 08:39  
Blogger Inha said...

Claro que não Maria, mas conserva os que tens porque isso é um achado!

Fica-se "parado" a olhar para este quadro, não fica?;)

Nunca, MF!BJS;)

CM, plenamente de acordo!Nem mais!Um abraço;)

24 novembro, 2005 09:24  
Blogger Maria said...

Bom dia Inha; já agora se conhecerem alguem que esteja a necessitar de trabalho e que perceba bem de programação, e que seja da zona de lisboa,

beijokas

24 novembro, 2005 10:10  
Blogger Dinada said...

Eu preciso sempre de trabalho, vivo no centro de Lx e sei muito programar o que visto todas as manhãs...serve Maria?

:D

24 novembro, 2005 10:19  

Enviar um comentário

<< Home